Por que levar o Enade a sério?

6 de outubro de 2015

Você sabia que o Enade influencia a destinação de recursos públicos? Entenda por que é necessário fazer a prova de maneira consciente e retratar a real situação do seu curso.

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) é o modelo escolhido pelo governo federal para avaliar o desempenho e a evolução dos estudantes com relação aos conteúdos programáticos específicos dos cursos de graduação espalhados por todo o país. É necessário o emprego de médias e parâmetros no ensino superior, assim como em qualquer sistema a ser avaliado, que organizem e qualifiquem um curso em relação a outros existentes no Brasil.

A União financia totalmente o ensino superior no Brasil nas universidades públicas federais e parcialmente nas universidades particulares, por intermédio do Programa Universidade para Todos (Prouni), por exemplo. O cidadão, como alguém que contribui para manter a mensalidade de um aluno em uma universidade, tem, portanto, o direito de saber o desempenho dos alunos e se determinada universidade apresenta resultados razoáveis.

Uma instituição pública de ensino superior, como a Universidade Federal do Ceará, tem o dever de mostrar à sociedade se os recursos aplicados estão sendo bem aproveitados e se está formando bons profissionais, uma vez que a sociedade financia tal instituição. O Enade é uma chancela que demonstra à população que uma universidade está cumprindo esses papéis nas justas aplicações das verbas e na formação de profissionais que favoreçam o crescimento social.

O exame cumpre no ensino superior o mesmo papel que o Enem cumpre no ensino médio e, apesar de já contar com mais de dez anos de existência, ainda está construindo métricas que avaliem os cursos de graduação, o que torna ainda mais necessária uma participação consciente por parte do aluno.

Assim sendo, o Enade é parte importante por duas razões: primeiro, para mostrar para a sociedade que o que ela investe na UFC gera retorno e, segundo, para nortear que instituições privadas devem receber recursos para continuar formando bons profissionais. Por isso é tão importante fazer a prova de maneira consciente, de modo que apresente o panorama real do curso.

Leia mais:
A relação do Enade com outros indicadores de qualidade